Quais vantagens em gerenciar múltiplos dispositivos?

novembro 17, 2022

Empresas e colaboradores estão apostando em modelos de trabalho híbridos ou totalmente remoto.

Quase seis a cada dez trabalhadores (59%) preferem o regime de trabalho híbrido, de acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria Gallup. Este índice no período pré-pandemia não chegava a um terço do total – 32%. Da mesma forma, a preferência do regime de trabalho totalmente remoto saltou de 8% para 32% de 2019 para 2022. 

Os dados da pesquisa indicam que somente 9% dos colaboradores gostariam de seguir na modalidade de trabalho totalmente presencial. Este cenário traz novas oportunidades para os provedores de outsourcing, especialmente pela necessidade de garantir a produtividade dos colaboradores fora do ambiente tradicional do escritório. 

Esses dados significam uma possibilidade para os provedores, especialmente em relação ao outsourcing de outros dispositivos. Em muitos casos, as organizações vão precisar garantir dispositivos móveis para que sejam levados ao trabalho nos dias presenciais e para o uso na residência, sem haver mistura de dados pessoais e profissionais. 

Saiba como se preparar para o próximo nível do outsourcing com o NDD Orbix.

Os ajustes para as empresas 

Há consequências já conhecidas quando os colaboradores preferem regimes de trabalho remotos ou híbridos, mas precisam trabalhar nos escritórios. De acordo com a pesquisa da Gallup, isso resulta em menores níveis de engajamento, de saúde mental, da sensação de bem-estar e maior busca por encontrar outro trabalho. 

Para a maioria das empresas, evitar o turnover é um dos grandes desafios, visto que há um intervalo para que novos colaboradores desempenhem no mesmo nível daqueles que exerciam a função antes. “Atrair e reter colaboradores talentosos está entre as questões importantes e que exigem uma reorganização, especialmente em relação ao trabalho remoto”, diz o estudo. 

Uma solução sob medida para os clientes 

Nesse contexto de trabalho híbrido ou totalmente remoto, as empresas demandam um produto capaz de solucionar as suas dificuldades, que vão desde a oferta dos dispositivos propriamente ditos quanto de seu gerenciamento. Os contratos podem incluir somente um tipo de equipamento ou toda a estação de trabalho, o chamado Worplace as a Service (WaaS)

Para o provedor, trata-se de uma grande oportunidade de abarcar um novo tipo de serviço, que fugia de seu escopo tradicional – de locação apenas de impressoras. É comum que esses provedores estejam ampliando seus investimentos para preencher este espaço, que tende a ser cada vez mais visado pelas companhias, especialmente com a difusão da nuvem e do SaaS

De certa forma, os clientes esperam um comportamento arrojado e de vanguarda dos provedores, já que esta transformação se acelerou nos últimos dois anos, exigindo ajustes por todos os envolvidos, inclusive os provedores. A flexibilidade e a capacidade de gerenciar múltiplos dispositivos se torna um diferencial muito importante nestes contratos. 

Além disso, a oferta de equipamentos pela empresa evita a mistura entre a vida profissional e pessoal do colaborador, o que repercute positivamente na segurança dos dados corporativos. Pode-se limitar a instalação de softwares nos dispositivos, o que garante que o equipamento seja destinado ao fim desejado. 

Gerenciando múltiplos dispositivos 

Assim como em empresas que operam com vários softwares, é preciso haver integração de todas as soluções para ter uma visão clara. No caso do gerenciamento de múltiplos dispositivos, é preciso contar com uma solução que centralize todos os tipos de dispositivos em um só lugar, como o NDD Orbix. 

Essa capacidade é fundamental, especialmente pelo fato de muitos contratos de outsourcing estipularem manutenção e outros cuidados com os equipamentos, assim como ocorre com as impressoras. Nesse sentido, a solução é capaz de identificar os dados enviados pelos dispositivos, transformando em informações para prever comportamentos e dar agilidade na gestão. 

Sabe-se que uma das maiores dificuldades dos provedores de outsourcing é conseguir estruturar as manutenções preditivas e o envio de insumos de forma organizada. Se isso já é uma dificuldade em parques de impressão, imagine com a mão de obra totalmente descentralizada. É inviável pensar em outsourcing de outros dispositivos sem uma ampla capacidade de monitoramento. 

Assim como as impressoras contam com contadores para se ter uma informação precisa, cada dispositivo terá a sua referência para que se tenha um monitoramento preciso e eficiente. 

gostou? compartilhe para mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos exclusivos!

Queremos saber quais são seus interesses.
Cadastre-se, é rápido e fácil!




    Eu aceito a Política de Privacidade

    Mostrar Aviso

    O que você está procurando?

    Suporte

    Para acessar escolha uma das soluções

    Caso você precise de ajuda ou tenha alguma dúvida, basta acessar o suporte!

    Telegram

    Com que você deseja falar?