Quais as diferenças entre logística tradicional e logística 4.0? 

agosto 15, 2022

A quarta revolução industrial ultrapassou as barreiras da indústria e chegou ao setor logístico, modificando a forma de operação das organizações; saiba como tirar proveito desta tecnologia

A inclusão do termo “4.0” passou a ser adotada com frequência no mundo corporativo em alusão a uma “quarta revolução industrial”. Talvez os dois termos mais conhecidos dentro dessa lógica sejam “indústria 4.0” e “logística 4.0”. Basicamente, a ideia por trás desses termos é tornar a tecnologia ainda mais inteligente no planejamento e na rotina das empresas

A primeira revolução industrial (1.0) é atribuída ao uso das máquinas a vapor. Depois, a eletricidade permitiu a criação das linhas de produção – a indústria 2.0. Na terceira etapa, os processos foram automatizados. Na indústria 4.0, as máquinas passaram a estar interligadas entre si, gerando inteligência e ainda mais compreensão sobre o processo. 

Essa lógica também passou a ser aplicada nos centros de distribuição e na entrega de itens, criando a logística 4.0. Todos os processos logísticos são devidamente monitorados, auxiliando a gerenciar tanto os estoques quanto a entrega dos itens. Dessa forma, a organização consegue gerenciar a logística inbound e outbound, otimizando seus custos. 

As principais diferenças entre a logística tradicional e a logística 4.0 podem ser percebidas em cinco pontos principais, conforme vamos demonstrar a seguir: 

O NDD Frete é a ferramenta ideal para automatizar processos e garantir a logística 4.0 em seu negócio. Saiba mais sobre a solução! 

Gestão de estoque – Sem um controle eficiente, a logística tradicional apostava em manter os produtos em quantidades maiores para garantir o abastecimento, o que aumentava os custos com a locação de espaços mais amplos. Na logística 4.0, é possível controlar com eficiência a entrada e saída de itens, o que cria um histórico e favorece a previsão de demanda e do tamanho dos estoques. 

Gestão de inventário – Enquanto a gestão de estoque diz respeito ao espaço, a administração de inventário se foca em todos os itens que estão armazenados no estoque. Antes da logística 4.0, as organizações tinham dificuldades em acompanhar esse processo pela falta de condições e a agilidade com que a situação muda. 

Agora, com a presença da tecnologia, as organizações conseguem ter total controle da entrada e saída de itens, assim como qual foi a sua destinação. Dessa forma, torna-se mais simples manter uma quantidade segura de itens, evitando desperdícios e aportes desnecessários em sua aquisição. 

Administração de centros de distribuição – Havia uma dificuldade de manter o controle e realizar o envio de produtos dentro da logística inbound, já que os controles não eram centralizados. Com o apoio da tecnologia, é possível avaliar a situação de cada local, atuando de forma coordenada para garantir os estoques em locais estratégicos, otimizando os deslocamentos e reduzindo os custos. 

Controle do ciclo de produção – Também conhecido dentro do segmento como “lead time”, na logística analógica, o foco estava em um monitoramento básico, com dificuldade para entender todo o processo e potenciais melhorias. Na logística 4.0, há uma comunicação entre todas as máquinas, o que permite compreender o processo de maneira integral, buscando aumentar a produtividade e a eficiência, reduzindo custos. 

Melhoria de processos operacionais – Na logística tradicional, por mais que se tentasse, o aumento de processos criava uma operação complexa, demorada e engessada – e o pior: sujeita a erros. Com a tecnologia da logística 4.0, todas as etapas podem ser automatizadas, garantindo um controle muito eficiente dos estoques, dos inventários e da distribuição como um todo. 

Uma base tecnológica 

É impossível dissociar o conceito de logística 4.0 do uso da tecnologia em todas as etapas do segmento. Conforme demonstramos neste artigo, existem várias tecnologias que são adotadas para garantir a eficiência do processo logístico. Isoladamente, elas não garantem o sucesso, já que há a necessidade de sistemas capazes de gerenciar esse grande volume de informações e apresentar os dados da operação. 

Não à toa, o uso inteligente e eficientes dos recursos tecnológicos e de gestão resulta em diversos benefícios, de acordo com este artigo: automatização de processos repetitivos, ganho de insights sobre o processo, redução de custos, melhoria das previsões e clientes mais satisfeitos, com uma comunicação mais transparente e eficiente. 

Seu negócio precisa evoluir no uso da tecnologia para as atividades logísticas? Descubra como o NDD Frete pode contribuir para o seu negócio com a redução dos custos de frete, automatização de processos e melhorando a tomada de decisão! 

gostou? compartilhe para mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos exclusivos!

Queremos saber quais são seus interesses.
Cadastre-se, é rápido e fácil!




    Eu aceito a Política de Privacidade

    Mostrar Aviso

    O que você está procurando?

    Suporte

    Para acessar escolha uma das soluções

    Caso você precise de ajuda ou tenha alguma dúvida, basta acessar o suporte!

    Telegram

    Com que você deseja falar?