Encontre o ERP certo em 5 passos

janeiro 9, 2018

encontro-o-erp-certo

Uma empresa precisa de informações assertivas, além do monitoramento de dados em tempo real e otimização do trabalho. Um ERP proporciona exatamente isso, dentre outras vantagens. Por isso, no post de hoje iremos dar dicas para você encontrar o ERP certo para sua empresa em 5 passos. Vamos lá?

  1. Defina as necessidades e prioridades da empresa

Não é possível tomar decisões tem antes possuir as informações corretas, não é mesmo? Para encontrar o ERP certo, o primeiro passo é definir quais as necessidades e prioridades da sua empresa. Implantações de ERP só serão bem sucedidas quanto for avaliado todos os fatores do escopo do projeto.

Sendo assim, quanto melhor definido os seus problemas e obstáculos, mais fácil será para você encontrar um ERP que solucione essas questões. Para isso, é preciso definir os seus requisitos. Quais são os mais críticos? Quais as funcionalidades que são essenciais? Como é o seu fluxo de trabalho? É necessário fazer a integração com algum outro sistema?

  1. Defina os responsáveis e os principais usuários

Para conseguir definir os requisitos, você precisa escolher os responsáveis pelo projeto que farão o levantamento dessas informações, contemplando todas as áreas da empresa. Além disso, é preciso envolver quem serão os principais usuários do ERP, para que eles participem da implementação desde o início.

  1. Faça uma avaliação técnica dos sistemas

Na hora da avaliação técncia, é preciso comparar os ERPs escolhidos para escolher o ideal para sua empresa. Analise quais tem maior flexibilidade para atender suas necessidades organizacionais, além de preços. Veja sobre a opção do uso em nuvem, que reduz os custos do projeto. É uma boa opção.

A comparação deve priorizar os processos mais importantes para a empresa e as integrações necessárias. Além disso, tenha em mãos uma lista com os critérios de avaliação definidos previamente, para que você não esqueça das necessidades da empresa e valide com o grupo envolvido na escolha.

Não fique preso a customização. Ela é importante, mas se você o fizer em excesso, além de tornar o projeto oneroso demais, não terminará o seu ERP nunca!

  1. Analise a sua infraestrutura

Antes de fazer sua escolha, é essencial pensar sobre os custos de infraestrutura, integração e implementação. Além dos custos de manutenção, acompanhamento e pós-implementação. Veja se estes custos são condizentes com a realidade financeira da empresa.

Se estiver tudo certo, é importante fazer um treinamento prévio com alguns usuários da empresa, para garantir o sucesso de implementação do ERP. Além disso, é preciso inserir na cultura da empresa o comprometimento em utilizar o sistema, e avaliar se ele realmente está em conformidade com o alinhamento estratégio, os processos da empresa e as necessidades funcionais.

  1. Meça os resultados após a implantação

Após a implementação, é hora de medir o sucesso. Você precisa, para isso, definir quais métricas serão utilizadas para mensurar o sucesso do sistema, o quanto ele está atingindo os resultados. Em seguida, é preciso atualizar essas métricas periodicamente para acompanhar o progresso da implementação e também manter o sistema atualizado, para que sejam feitas correções e caso necessário, adicionar alguma funcionalidade.

Este post foi últi para você? Deixe sua opinião nos comentários!

gostou? compartilhe para mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba conteúdos exclusivos!

Queremos saber quais são seus interesses.
Cadastre-se, é rápido e fácil!




    Eu aceito a Política de Privacidade

    Mostrar Aviso

    O que você está procurando?

    Suporte

    Para acessar escolha uma das soluções

    Caso você precise de ajuda ou tenha alguma dúvida, basta acessar o suporte!

    Telegram

    Com que você deseja falar?