Data Driven: como dados podem te ajudar a atender melhor seu cliente

setembro 13, 2019
data_driven_como_dados_podem_te_ajudar_a_atender_melhor_seu_cliente

Data Driven é a cultura de tomar decisões baseadas em dados. Para aderir a essa cultura é necessário compreender o real potencial dos dados, como utilizá-los da forma mais prática e estratégica, inclusive para fortalecer a relação com o cliente. Entenda, rapidamente, neste post a importância da cultura de dados e como pode ser valiosa para a sua empresa.

Ser uma empresa com cultura de data driven é aproveitar ao máximo o potencial estratégico dos dados, inclusive para atender muito melhor aos clientes e conquistar novos.

Pare de perder boas oportunidades por tomar decisões sem fundamento!

A cultura de data driven estabelece um costume: olhar para os dados e, a partir deles, do quão bom ou ruim estão, tomar uma decisão. No dia a dia, podemos pensar na aplicação do data driven como algo que acontece após uma ação estratégica. Exemplo: sua empresa faz uma ação especial (com preços e condições) para um determinado número de clientes, após o prazo para o final da campanha, a equipe irá analisar quais foram os clientes que aderiram, seus perfis, quais foram os percentuais de ganho com relação a outras ações similares. Ou seja, após o fim da ação especial, a equipe irá analisar as métricas de valor para a empresa, mas levando em consideração todos os dados levantados na ação.

Sem achismos. A sensibilidade da equipe servirá para analisar os dados levantados. E esses dados não são apenas números %, pois, muitas vezes, contêm informações valorosas sobre perfis, segmentos, datas. São muitos dados. E eles têm muito valor para uma tomada de decisão concreta. Mas, antes de tudo precisam estar compilados e organizados.

Por onde começar?

Muitas vezes, as empresas têm enorme quantidade de dados dentro de casa, mas não conseguem olhar estrategicamente para eles porque está tudo uma bagunça. Então, a primeira coisa a fazer é organizar. Definir as métricas de valor (por exemplo, o que realmente é importante para a empresa, pra melhoria dos produtos, da fidelização do cliente) e começar utilizando ferramentas que já se tem na empresa, como o Google Analytics e o próprio CRM.

Os times também precisam ter consciência do que é uma cultura de dados. Então, de início, conversar com o pessoal e esclarecer o quanto ter uma percepção analítica dos dados pode contribuir para bons resultados. Se os times sempre olharem para os dados estarão mais seguros para buscar soluções para resolver o que deu errado, e estratégias para manter o que está dando certo.

O que fazer?

Após ter certa organização para os dados que se tem dentro de casa, comece a aproveitar as estratégias que eles fornecem:

Utilize o poder preditivo dos dados

Com uma rotina de análise de dados é possível ter previsões e poder testá-las, tendo assim uma chance imensa de dar certo. Com isso, vai ser muito mais seguro tomar uma decisão, executá-la e mobilizar o time para investir tempo naquilo. É o que muitas empresas querem; uma forma de prever situações de risco, que, com os dados, realmente podem ter.

Conheça melhor seus clientes

Os dados podem entregam características dos clientes. Através do uso de produtos e/ou serviços é possível conhecê-los melhor. Ou seja, através de resultados em dados, será possível pensar em ações estratégicas para estreitar o relacionamento e a entrega de valor à carteira de clientes.

Melhore suas estratégias a longo prazo

Os dados podem orientar possíveis melhorias de produto/serviço, atuando como indicadores de adesão ou rejeição dos clientes. Essa possibilidade de melhorar sua entrega ao cliente também funciona como previsão a longo prazo, se o monitoramento dos dados for constante. Com isso, até mesmo o valor que a empresa cobra pelos produtos/serviços pode ser ajustado ou aumentado com base na realidade da utilização do cliente.

No cenário de outsourcing de impressão

É possível utilizar dados para potencializar ainda mais as entregas aos clientes. E a solução de gerenciamento do outsourcing faz toda a diferença nesses processos de melhoria e análise.

Entenda como o nddPrint atua neste aspecto!

Ferramentas que automatizam processos são capazes de fornecer ótimos relatórios para pautar as decisões.

gostou? compartilhe para mais pessoas!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Receba conteúdos exclusivos!

Queremos saber quais são seus interesses.
Cadastre-se, é rápido e fácil!




    Eu aceito a Política de Privacidade

    Mostrar Aviso

    O que você está procurando?

    Suporte

    Para acessar escolha uma das soluções

    Caso você precise de ajuda ou tenha alguma dúvida, basta acessar o suporte!

    Telegram

    Com que você deseja falar?